Novembro Azul: previna-se, véi!

AA iniciativa do Novembro Azul é destinada ao incentivo da prevenção do câncer de próstata. Por isso, viemos falar desse assunto hoje: você sabe a importância de se cuidar e de fazer o exame? 🙂

Alta incidência

Você sabia que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre homens no mundo todo? Pois é, ele só perde pro câncer de pele não-melanoma.

No ano passado, foram mais de 68 mil novos casos de câncer de próstata no Brasil. No ano anterior, foram mais de 15 mil mortes confirmadas causadas pela doença no país. :/

Risco

Ainda que a maioria dos tumores da próstata cresça pouco, alguns deles podem crescer rapidamente e se espalhar para outras partes do corpo, colocando a vida em risco.

A idade também é um fator de risco importante. Isso porque a incidência e a mortalidade aumentam bastante depois dos 50 e 75% dos casos no mundo acontecem a partir dos 65 anos. 

Fatores hereditários também aumentam o risco de diagnóstico (se alguém na sua família teve câncer de próstata, principalmente antes dos 60). Além disso, se você estiver acima do peso ideal (com excesso de gordura corporal) ou se expuser com alguma frequência a químicos como arsênio, produtos de petróleo, fuligem etc., o risco também aumenta.

44% dos homens nunca foram ao urologista e a cada 40 minutos, um homem morre em decorrência de câncer de próstata no Brasil. Tenso, né, véi? Por isso, viu a importância de se cuidar?

Diagnóstico

O diagnóstico precoce permite encontrar o tumor em fase inicial e aumenta as chance de um tratamento bem sucedido. O câncer de próstata pode ser descoberto a partir do exame de toque, associado a exames clínicos como exame de sangue. Além disso, há alguns sintomas que podem ser verificados, como dificuldade de urinar, sangue na urina ou vontade de ir ao banheiro mais vezes que o normal.

O exame de toque

Relaxa, véi. Sem neura com o exame de toque! O toque retal é necessário pra que o médico verifique se há ou não nódulos ou qualquer sinal anormal na próstata, que fica em frente ao reto.

O exame é feito com luva lubrificada, de forma rápida e indolor. Inclusive, se você não resistir e se tranquilizar quanto ao exame, entendendo que isso é normal e necessário, o desconforto será ainda menor. Beleza? 🙂

Quem deve fazer o exame?

E calma, nem todo mundo já precisa fazer o exame por agora. Marque uma consulta com um urologista e ele vai indicar se você deve ou não fazer o exame de toque, a depender da sua na idade, história clínica, resultados de exames. O ideal é fazer um acompanhamento e, depois que fizer o primeiro exame, o ideal é refazer a cada um ou dois anos.

Fonte: INCA

Onde ir?

Segundo o portal do Hospital Urológico de Brasília, além do exame ser rápido, você pode fazer a consulta, os exames de imagem e até a cirurgia ou o tratamento no mesmo local, sem sair do HU, que aceita planos de saúde. O hospital fica na W5 Sul. Para marcar um exame preventivo lá, ligue para 3345-9300 ou agende pela internet.

Você também pode se consultar no Centro Urolóocentro Brasília, que tem duas unidades na cidade, na Asa Sul (no Centro Clínico Advance – 3345-4200 ou 98625-8802) e na Asa Norte (no Hospital Santa Lúcia – 3346-7612).

Na Universidade de Brasília (UnB), em todas as terças-feiras de 5 a 19 de novembro, haverá palestras sobre a saúde do homem das 13h às 14h. Inclusive, qualquer um pode participar. Massa, né? Pois é, é só chegar no Auditório 2 da Faculdade de Saúde. O evento é organizado pela Liga de Combate ao Câncer. 🙂

Mulheres: pra saber sobre o câncer de mama e como se cuidar, já falamos também sobre o Outubro Rosa. Confira! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp