Alô, brasilienses empreendedoras! Conheçam o projeto Mulheres Hipercriativas

Você sabia que as mulheres perderam espaço no mercado de trabalho desde que a pandemia começou, véi? De acordo com o IBGE, no segundo trimestre de 2020, as mulheres só representavam 46,3% dos empregos. Essa é a menor participação feminina desde 1990!

Aqui, no nosso quadradinho, a Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), em parceria com a Secretaria da Mulher do Distrito Federal, pensou uma estratégia para reverter essa situação. Foi assim que nasceu o projeto Mulheres Hipercriativas!

Que projeto é esse, véi?

A iniciativa da OEI e do GDF busca selecionar e remunerar 40 professoras (chamadas de facilitadoras) com especialização na área da Economia Criativa. Isso envolve comunicação, Marketing, Organização de Eventos, Moda, Gastronomia, Design Gráfico e muito mais.

A ideia é reunir profissionais com muita bagagem para fomentar o empreendedorismo feminino na capital. Assim, com facilitadoras com formações tão diversas, o projeto vai ser uma oportunidade para a população feminina brasiliense conhecer todas as possibilidades de empreender possíveis e com quais elas têm maior afinidade.

 

Como vai funcionar?

No momento, o projeto está selecionando as 40 professoras-facilitadoras que vão integrar a equipe de capacitação. Terminada essa etapa, todas as brasilienses poderão se inscrever em oficinas online ou presenciais no site oficial da iniciativa.

Por enquanto, não existe previsão de quando as oficinas acontecerão, mas você pode se cadastrar como Embaixadora Criativa do projeto e participar do projeto como voluntária para fazer ele acontecer. Os únicos pré-requisitos são ter mais de 18 anos e ter tempo disponível para se dedicar ao longo da semana (independente de quantos dias e horas).

Além disso, também tá rolando uma pesquisa de opinião para entender quais cursos o público quer ver nas oficinas. Se você tiver alguma sugestão, corre lá! Só lembrando que todas as capacitações girarão em torno dos temas empreendedorismo feminino e economia criativa, beleza, véi?

E aí, o que cê achou? Curtimos demais a iniciativa por aqui! Já tá de olho em algum possível curso? Conta pra gente nos comentários. 😉

WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp