Filmes LGBTQIA+ e onde você pode assistir

Fizemos uma lista cabulosa de filmes para quem busca entender melhor algumas das diferentes realidades enfrentadas por pessoas LGBTQIA+ em uma sociedade fóbica: a luta pelos direitos, os preconceitos, os romances, a busca por liberdade, felicidade e o conforto em suas próprias peles.

A lista está organizada dos lançamentos mais recentes para os mais antigos e indicamos onde você pode assistir cada um deles. Saca só:

 

  • Elisa e Marcela (2019)

Baseado em fatos, o filme espanhol retrata o casamento de duas mulheres, realizado na igreja católica há mais de 100 anos. Uma delas se passa por homem para que o casório seja aceito pelas famílias religiosas, mas o plano acaba descoberto.

Disponível na Netflix.

 

 

  • Seahorse: O Pai que Deu à Luz (2019)

O documentário acompanha um homem transgênero que sonha em construir uma família e decide carregar o próprio filho apesar dos hormônios masculinos, mostrando a jornada do início da gravidez até após o parto.

Disponível no iTunes e no Vimeo.

 

 

  • Boy erased (2018)

Boy Erased conta a história de um filho de pastor que, quando revela aos pais que é gay, é levado para uma terapia de conversão de sexualidade. Em meio a novos colegas e a atividades guiadas pelo psicoterapeuta, o jovem de 19 anos reluta contra o “tratamento”. Essa é a realidade de muitas pessoas (77 mil só nos EUA) e o filme é baseado em uma autobiografia.

Disponível no Google Play e no Telecine Play.

 

 

  • Tinta bruta (2018)

O primeiro filme brasileiro da nossa lista conta a história de um jovem famoso na internet por fazer vídeos dançando nu com tintas neon no corpo. Em sua jornada, ele precisa se despedir de sua irmã e única amiga, conhece um rapaz que imita sua marca registrada online e, ainda mais impactante: mata um ex-colega de faculdade que o perseguia.

Disponível no Google Play e no Telecine Play.

 

 

  • Moonlight (2017)

Premiado melhor filme do Oscar de 2017, Moonlight mostra a vida e jornada de autoconhecimento de um menino gay e pobre de Miami, que sonha com um futuro melhor enquanto tenta escapar da criminalidade e das drogas.

Disponível na Netflix e no Google Play.

 

 

  • Corpo elétrico (2017)

Um paraibano se muda para São Paulo e vira assistente em uma confecção de roupas femininas. Com novos amigos e amores, horas extras e festas, o rapaz se conecta com o passado e vislumbra o futuro.

Disponível no Google Play.

 

 

  • Handsome devil (2016)

 

Um jovem excluído na escola e um novo aluno jogador de rugby parecem não ter nada em comum, mas se aproximam quando viram colegas de quarto e começam a quebrar paradigmas com momentos de felicidade e sofrimentos.

Disponível na Netflix.

 

 

  • A garota dinamarquesa (2015)

O famoso e premiado filme britânico se passa em 1926, quando uma pintora resolve vestir o marido como mulher para inspirar um quadro. Ele começa a se sentir bem assim, renomeia-se Lili Elbe e recebe o apoio abalado da esposa. Deprimida e em busca de felicidade, Lili é uma das primeiras travestis a se submeter à mudança de sexo. A história é baseada na história real de duas pintoras dinamarquesas.

Disponível no Google Play.

 

 

  • Hoje eu quero voltar sozinho (2014)

O premiado filme brasileiro conta a história de Leonardo, um jovem cego com uma mãe superprotetora, e Gabriel, um aluno novo na escola. Leo tem problemas de autoestima e sofre com o bullying de outros colegas, mas a amizade com Gabriel vai fazê-lo descobrir novos sentimentos e buscar mais independência.

Disponível na Netflix e no Google Play.

 

 

  • Tomboy (2011)

Uma menina de 10 anos é confundida por um menino pela vizinha e acaba se apresentando a ela como Mikael. O filme mostra como Mikael descobre que se sente mais seguro quando brinca com meninos e se veste como eles, enquanto se aproxima da nova amiga da vizinhança.

Disponível no Telecine Play.

A maioria dos filmes selecionados é recente, mas mostram situações diversas do passado e da atualidade: casos de violência e coerção, paixão, felicidade, infância, juventude, vida adulta. Todos esses filmes refletem um retrato de uma sociedade que precisa melhorar – e muito. Vamos juntos, véi? <3

Dê uma olhada nesses posts:

Quer mais dicas de filmes? Então saca só 5 filmes brasileiros lançados em 2019 e 15 filmes gravados em BSB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp