Câncer de mama: conscientize-se

Outubro é o mês de conscientização sobre câncer de mama. Você sabe por que esse tema é tão importante, especialmente pras mulheres? Vamos falar mais sobre isso? <3

Ao fim do post, confira também algumas ações no Distrito Federal para prevenção, atendimento e recuperação de autoestima. #OutubroRosa

Recorrência

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum no mundo e a doença mais recorrente entre as mulheres mundialmente. No Brasil, corresponde a 29% dos novos diagnósticos anuais de câncer. Só no DF são cerca de mil novos casos por ano.

Apesar de raro, o câncer de mama também acomete homens, cerca de 1% do total de casos. (INCA – Instituto Nacional de Câncer)

Prevenção

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 30% dos casos podem ser evitados com alguns hábitos. Praticar atividade física e uma alimentação saudável são dois deles. Além disso, evitar o uso de hormônios sintéticos (como os presentes em anticoncepcionais e em terapias de reposição hormonal) também pode ajudar.

A mamografia é uma forma de acompanhar surgimentos de nódulos e, a partir do tratamento correto, pode evitar que eles se agravem. Os tumores pequenos e em estágio inicial têm chance de até 95% de cura, segundo o Instituto Oncoguia.

Pra quem é a mamografia?

A mamografia é indicada como um exame de rotina e deve ser feita anualmente a partir dos 40 anos. Quando houver histórico na família, os exames anuais devem começar 5 anos mais cedo. (Oncoguia)

O risco de ter câncer de mama é maior para quem tem familiares que já tiveram a doença. Porém, também segundo os dados do Oncoguia, 85% das pacientes diagnosticadas não têm familiares com a mesma doença. Isso significa que o exame de mama é importante para todas.

Tratamento

Os tratamentos para câncer de mama podem ser locais (cirurgia e radioterapia) ou sistêmicos (quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica).

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamentos e exames de mamografia.

Autoestima

Cada um tem seu jeito de reconquistar a autoestima. Após um câncer de mama, não é diferente. Algumas pessoas escolhem vestir lenços, outras preferem perucas, e também há quem goste mais de assumir a fisionomia natural. <3

Iniciativas em Brasília

O Hospital de Base possui um Banco de Perucas, que recebe doações de cabelo de segunda a sexta–feira, das 8h às 12h e das 14h às 16h, para produzir perucas que são doadas aos pacientes com câncer de mama que passam por quimioterapia ou outros tratamentos.

A Liga do Câncer, da Universidade de Brasília, recebe doações de cabelo, lenços e bijuterias para realizar o Dia da Beleza no Hospital Universitário de Brasília (HUB) desde 2010. A ação este ano acontece no dia 14 de outubro, às 8h, com o objetivo de motivar a autoestima das pacientes do hospital. Para doar, envie um email para unb.ligadocancer@gmail.com.

O Hospital Regional de Taguatinga (HTR) oferecerá reconstrução mamária e realização de tatuagem de aréolas para mulheres que já passaram pela cirurgia em uma ação voluntária. A ação acontece entre os dias 21 e 25 de outubro.

Este mês, pacientes podem se consultar em qualquer Unidade Básica de Saúde, independente do local de residência. Todos os pacientes atendidos terão retorno e encaminhamento garantidos, segundo a Secretaria de Saúde.

O Núcleo de Órteses e Próteses da Secretaria de Saúde confeccionará gratuitamente próteses para mulheres que já passaram pela cirurgia de mastectomia. É necessário comparecer ao Núcleo de Atendimento Ambulatorial de Órteses e Próteses e Materiais Especiais da Estação do Metrô da 114 Sul, cadastrar-se e retirar a prótese após a confecção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Entre em contato pelo WhatsApp