Brasília sob o olhar de Rodrigo Oliveira

Você provavelmente já viu fotos do fotógrafo Rodrigo Oliveira no nosso feed, né? 😛 Pois é, ele trabalha com fotografia há 9 anos e veio contar um pouco sobre a trajetória profissional e como enxerga Brasília. Saca só. 🙂

Rodrigo Oliveira mostra o céu e os monumentos que a gente ama em BSB <3

“Sempre compreendi a cidade como um grande texto”, conta. Pra ele, a fotografia funciona como uma forma de explorar e revelar esse texto, antes guardado na subjetividade de cada um.

Além disso, ele explica porquê acredita que fotografias vão além de um simples olhar. “É uma experimentação sobre a cidade que possibilita conduzir a experiência individual e também ajuda a construir propostas de experiências coletivas.” E Brasília é um ótimo lugar pra praticar essa experimentação, né, véi? O fotógrafo afirma que além do céu e da arquitetura incrível, a nossa capital tem lugares únicos a serem explorados e fotografados.

Tirando fotos de Brasília

O Museu Nacional da República, a Catedral, a Torre de TV e o Teatro Nacional são alguns dos espaços preferidos de Rodrigo pra fotografar, mas também é massa conhecer o resto da cidade e sair do óbvio. 😉 “Esses monumentos são reveladores de uma identidade brasiliense, mas para além do centro de Brasília existem outros espaços a explorar. As cidades satélites têm um potencial grandioso de beleza e a experimentação no campo estético da fotografia.”

Clique de Rodrigo mostra tempo chuvoso na Ceilândia

Além disso, na cidade você pode fotografar qualquer coisa. Qualquer uma mes-mo! “Não interessa se é um monumento, uma árvore, um parque, uma praça. Ou mesmo se é um grafite, lixo, a chuva, a lama.” Inclusive, para Rodrigo, é interessante misturar o que é esteticamente considerado belo com o que é considerado feio. “Na fotografia, pode ganhar um novo olhar”, explica.

Sem tempo ruim 😛

“Pro fotógrafo, é importante experimentar espaços, estúdios ou espaços abertos.” Mas e o equipamento? Importa? Rodrigo garante que sim. “Tudo depende da capacidade do fotógrafo, mas, sobretudo, do equipamento certo. É possível fazer fotografia em qualquer hora e em qualquer lugar, faça chuva ou faça sol. O equipamento se torna um elemento fundamental do processo da imagem fotográfica.”

Se você quer começar a fotografar, a dica do Rodrigo é: fotografia se aprende. Para ele, é importante conhecer o aparelho que você vai usar para tirar fotos e aprender a ler a cidade, o tempo, o espaço, a história e as pessoas de cada lugar. Em breve, vamos publicar dicas especiais pra quem quer tirar fotos de Brasília. Fique de olho! 🙂

Curtiu conhecer um pouco mais do Rodrigo? Então segue ele no Insta: @r_odr. E a gente também vai continuar postando as fotos massa dele no nosso perfil! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Entre em contato pelo WhatsApp