5 dicas pra conter a proliferação do inseto barbeiro em BSB

Tá aí um nome engraçado pra um inseto, véi: barbeiro. Mas o que esse percevejo pode ter de engraçado, tem de perigoso, beleza? 

 

Se você ainda não sabe, o contato com as fezes do barbeiro é o responsável pela transmissão de um parasita chamado Trypanosoma cruzi, que, em humanos, provoca a Doença de Chagas. Dependendo do caso, ela pode afetar e inflamar o músculo do coração, do intestino e do esôfago. 

 

Apesar de ser comum em regiões como o norte de Minas Gerais e o nordeste da Bahia, o barbeiro já foi encontrado algumas vezes aqui em Brasília, na área urbana. Neste ano, uma moradora de Águas Claras fez um registro do inseto no seu apartamento. Segundo a Vigilância Ambiental do DF, outros 536 barbeiros foram encontrados em 2020, em zonas rurais e urbanas.

 

O barbeiro é assim, véi. Se ver um desses em casa, siga o passo a passo deste post, beleza?

 

Por casos como esse, precisamos ficar ligadassos em algumas dicas da Secretaria da Saúde para evitar a proliferação dos percevejos e para lidar com o inseto, caso ele apareça onde você mora. Anota na cabeça aí:  

 

O que fazer se um barbeiro aparecer na minha casa? 

 

  1. Proteger as mãos e coletar o inseto rapidamente, sem matá-lo
  2. Colocar o inseto em recipiente com tampa, para evitar a fuga
  3. Entrar em contato com a Vigilância Ambiental pelo telefone (61) 3347-8527 ou ir pessoalmente ao endereço, no Setor de Áreas Isoladas Norte (SAIN), lote 4. 

 

O que fazer para evitar a proliferação de barbeiros durante o período de chuva? 

  1. Evite entulhos próximos à sua casa. Se desfaça de madeiras e pedras acumuladas. Assim, você evita que o inseto tenha locais para se alojar perto de onde mora. 
  2. Se você tiver um animal de estimação, mantenha a casinha dele sempre limpa, livre de entulhos e sujeira. Barbeiros também picam cachorros e gatos, por isso, é bom manter eles longes dos aposentos dos nossos filhotes. 
  3. Achou um barbeiro? Vacila não! Entra em contato com a Vigilância Ambiental. 

 

Além disso, é importante lembrar, véi: se você teve algum contato com um inseto barbeiro, não deixa de ir em um posto de saúde para confirmar se você foi ou não contaminado. 

 

Brasília é isso aí: todo mundo cuidando de todo mundo! 

WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp